Acessibilidade para todos

julho 26, 2011

Sabe-se que é difícil ter um padrão muito correto em todos os locais de acesso da população e ainda estamos longe de poder favorecer a todos o direito de ir e vir, principalmente quando se trata de pessoas com deficiência seja ela de qualquer natureza. Neste quadro encontramos uma situação bastante agravante quando reduzimos esta busca pelo acesso às escolas e quando tratamos de crianças que são ainda mais excluídas. Pode-se observar que em escolas públicas este acesso é ainda mais deficitário e está longe de uma solução.

Cada vez mais o livre acesso de pessoas, sejam crianças ou adultos homens ou mulheres, em todos os lugares estão sendo possíveis graças a mudanças no estilo de construções aliadas as conscientizações das pessoas no sentido de facilitar cada vez mais a acessibilidade de todos.

mobilidade com autonomia e segurança, constitui um direito universal e resulta das conquistas sociais e do conceito de cidadania.

Seja um bom exemplo, deixe seu banheiro acessível com os produtos do  Meu Banheiro.  Ligue para (11) 3032-0074.

Assento Decorado com Tubarões em Poliéster

Assento Padrão Oval Decorado com Tubarões em Poliéster Carinapara Ideal Standard.


Escolarização de pessoas com deficiência

julho 22, 2011

Na tarde de 20 de julho o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Itabira (CMDPDI) promoveu um debate sobre a escolarização de pessoas com deficiência, no auditório da Funcesi. Sob o tema “Encontro de Informação, Educação é Inclusão”, foram abordados pontos relativos à efetivação dos direitos pessoais e sociais dos deficientes, o exercício da cidadania e os resultados práticos após a mobilização.

A presidente da Apae fez diversas avaliações: “Com 30 anos de luta pela causa, vejo que a inclusão começou agora”, analisou Emídia. Ela ainda afirmou que para que aconteça integralmente a inclusão, deve primeiro haver a acessibilidade. Para ela, não adianta fazer essa inserção sem que haja aparatos para garantir a mobilidade. Emídia defende a importância de o deficiente passar pelo processo de inclusão, mas primeiro precisa ter o direito de ir e vir.  A presidente disse que para ser feliz não basta saber ler e escrever.

Seja um bom exemplo, deixe seu banheiro acessível com os produtos do  Meu Banheiro.  Ligue para (11) 3032-0074.

 Assento Bidet Hyunday HB 3500 Termofixo

Assento Sanitário com ducha higiênica acoplada (sem energia elétrica); Ducha higiênica com moderno acionamento hidráulico. Com um simples e suave toque na alavanca, 2 sistemas de higienização podem ser acionados; .Ducha higiênica geral; .Ducha higiênica suave frontal (feminina). – Pressão da ducha é ajustável; – Seguro e higiênico; – Possui sistema de auto lavagem da ducha; – Sistema de fechamento da tampa e assento suave; – Fácil operação; – Fácil instalação; – Fabricado com moderna tecnologia anti bactéria.



Acessibilidade em Itaboraí

julho 21, 2011

Foi determinado pelo Juízo da 1ª Vara Cível de Itaboraí que a Prefeitura, a Secretaria Municipal de Saúde, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e a Câmara dos Vereadores providenciem, no prazo de um ano, as adaptações necessárias em seus prédios públicos para garantir a acessibilidade e o atendimento prioritário das pessoas com deficiência.

O Ministério Público também solicita que os órgãos do Poder Executivo do Estado em Itaboraí façam as alterações necessárias em seus prédios para garantir a acessibilidade.

O Juiz Daniel da Silva Fonseca afirma em sua decisão que o inquérito civil demonstra “a existência de inúmeras providências tomadas pela Promotoria de Tutela Coletiva desta Comarca na tentativa de equacionar extrajudicialmente as deficiências estruturais dos prédios públicos existentes no Município de Itaboraí com vista à acessibilidade pelas pessoas com deficiência.”

A promotora Karine Susan Oliveira Gomes de Cuesta ressalta a importância da decisão liminar e espera que a mesma determinação seja estendida aos órgãos do Governo do Estado do Rio de Janeiro em Itaboraí.

Informações retiradas do site http://www.jb.com.br/

Seja um bom exemplo, deixe seu banheiro acessível com os produtos do  Meu Banheiro.  Ligue para (11) 3032-0074.

Assento Oval Padrão Transparente Azul em Poliéster

Assento Oval Padrão Transparente Azul em Poliéster Carina para Ideal Standard.


Inclusão

julho 20, 2011

Uma cartilha do Ministério Público Federal, apoiada pelo Ministério da Educação (MEC), que determina a inclusão em escolas comuns de todas as crianças com deficiência tem provocado polêmica e evidenciado uma briga entre duas correntes de especialistas do setor.

De um lado, há os que defendem o direito de todo deficiente de estudar com outras crianças e acreditam que isso levará a uma abertura da escola à diversidade, mudando a educação no País. Do outro, estão tradicionais associações que mantêm escolas especiais e afirmam que certos graus de deficiência não permitem a inclusão. Para elas, também não há preparo de professores e estrutura na rede pública de ensino para receber todos esses novos alunos.

Fonte:http://www2.uol.com.br/aprendiz/guiadeempregos/eficientes/noticias/ge300505.htm

Seja um bom exemplo, deixe seu banheiro acessível com os produtos do  Meu Banheiro. Ligue para(11) 3032-0074.

Assento Poliéster bolhas 

Assento Sanitário Poliéster – Indicado para todos os tipos de banheiros. 

Pessoas com Deficiência

julho 15, 2011

A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED) e o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD) promovem às 9h do dia 16 de julho, no auditório Parlatino do Memorial da América Latina, o 1º Simpósio de Pessoas com Deficiência da cidade de São Paulo. O tema central do evento é Pessoas com Deficiência e sua Participação na Sociedade Civil.

O 1º Simpósio de Pessoas com Deficiência da cidade de São Paulo terá diversas palestras que contemplam diferentes aspectos da inserção desses cidadãos e os serviços a eles prestados nas áreas de assistência social, saúde, transporte, mobilidade urbana, entre outras.

Com o intuito de estimular o debate sobre temas relevantes à pessoa com deficiência, a SMPED organizou uma programação de palestras que contempla diferentes aspectos da inserção desses cidadãos e os serviços a eles prestados nas áreas de assistência social, saúde, transporte, mobilidade urbana, entre outras.

O objetivo do encontro é levantar questões sociais, a partir do olhar dos conselhos e das coordenadorias municipais de vínculos sociais, de cidadãos que vêm trabalhando ativamente na causa, para juntos apresentarem propostas e caminhos possíveis para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência na cidade de São Paulo.

Fonte: http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/a_cidade/noticias/index.php?p=45281

Seja um bom exemplo, deixe seu banheiro acessível com os produtos do  Meu Banheiro.  Ligue para (11) 3032-0074.

Assento Sanitário Avenca Borboleta

Assento Sanitário Avenca Borboleta marmorizado, para outros modelos ligue. – Poliéster


Oficina para deficientes, gerando inclusão

julho 12, 2011

A oficina “Deficiências à parte, emoções na arte” começou na tarde dessa segunda-feira, 11 de julho, a oficina é voltada ao público com necessidades especiais. O encontro acontece na Associação Ocupacional e Assistencial dos Deficientes de Itabira (Aoadi) e é ministrado pela artista plástica e coordenadora da oficina, Christine Vianna Algarves, como parte da programação do 37º Festival de Inverno.

Os trabalhos são feitos por 12 participantes, dentre eles alunos com deficiência visual, cadeirantes, pessoas com baixa visão, dificuldades na fala e deficiência mental leve. Os materiais utilizados nas aulas são: papel, jornal, cola, pinturas, argila e gravuras.

De acordo com coordenadora, o objetivo da oficina é inserir pessoas com certo grau de deficiência no processo de aprendizagem, oferecendo-lhes oportunidade de desenvolver habilidades. “É uma oportunidade de eles aprenderem a manipular os materiais e desenvolver a criatividade. Eles ficam bem concentrados no trabalho”, informou Christine.

As aulas têm duração de cinco dias. Depois os trabalhos executados pelos alunos serão expostos na Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, no próximo dia 15 de julho, pela manhã.

Fonte:http://www.defatoonline.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=18490

Seja um bom exemplo, deixe seu banheiro acessível com os produtos do  Meu Banheiro. Ligue para (11) 3032-0074.

Vaso sanitário Infantil com caixa acoplada – 30 cm

Vaso sanitário Infantil30 cm(louça) para Creches e Escolas COM Caixa Acoplada. O assento sanitário infantil não está incluído, é vendido separadamente.


Deficiente visual que estava preso é solto após comprovar que estava sendo agredido

julho 11, 2011

O juiz André Barbosa Guanaes Simões, da Comarca de Ribeirão Cascalheira, a 893 quilômetrosde Cuiabá, determinou a soltura imediata de um deficiente visual que cumpria pena por furto na Cadeia Pública de Canarana, a838 quilômetros da capital, após a comprovação por exame de corpo de delito que o detento vinha sendo torturado e agredido por policiais civis.

O pedido de relaxamento da prisão foi feito pela defensora pública Maria Lúcia Prati, a qual argumentou que o modo como o suspeito foi preso é ilegal, pois houve abuso de autoridade por parte dos policiais que atenderam a ocorrência. Segundo ela, o detento não poderá, de maneira alguma, sofrer qualquer agressão das pessoas responsáveis por sua custódia, com exceção, quando houver tentativa de fuga ou desrespeito à ordem legal.

“Somente o uso de algemas, de maneira injustificada, já é o suficiente para declarar a nulidade da prisão, evidente que a prática da violência desnecessária torna-se uma razão muito mais forte para tanto”, frisou a defensora. O caso do deficiente visual, porém, teria sido mais grave. Segundo apontou o exame de corpo de delito, uma semana após a prisão o suspeito ainda estava com um grande hematoma no olho direito.

O magistrado fez questão de esclarecer que, quando foi homologada a prisão do acusado, não havia indícios de que ele tinha sido torturado. Na mesma decisão, o juiz também notificou a diretoria da Cadeia Pública de Canarana para que realize exame de corpo de delito em cada reeducando que chegar à unidade e pediu que a Corregedoria-Geral da Polícia Civil tome providências em relação à conduta dos policiais.

Fonte:http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2011/07/deficiente-visual-e-solto-pela-justica-em-mt-apos-ser-torturado-por-policiais.html

Seja um bom exemplo, deixe seu banheiro acessível com os produtos do  Meu Banheiro. Ligue para (11) 3032-0074.

Assento Original Duna Deca Branco Gelo 17 AP 233 termofixo

O Assento modelo Duna Original para Deca, está disponível nas cores branco gelo 17, creme 37 e cinza real 87. Este modelo também está disponível nos materiais: – Plástico, poliéster com fixação cromada, poliéster com fixação dourada, TCA/K almofadado em poliuretano com ferragem em nylon e termofixo.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.