Caixas de descargas de embutir

agosto 21, 2009

CAIXA DESCARGA PARA BANHEIRO DEFICIENTE. Além de garantir o perfeito funcionamento das bacias sanitárias pela ação da energia hidrodinâmica proporcionada por sua descarga, as caixas de acionamento frontal, por serem embutidas, permitem a instalação da bacia sanitária mais próximo da parede com significativo ganho de espaço útil no banheiro.

O mecanismo interno das caixas é acessível através de uma janela de inspeção e todos os componentes internos da caixa de descarga são desmontáveis a partir desta janela, facilitando regulagens, ajustes e eventuais reparos.

A única parte visível do modelo DW é o comando de acionamento que pode ser especificado em de dois tipos de acabamento, em metal cromado ou em plástico, nas cores, branco, bege e cinza.

Procure o produto na MIL ASSENTOS.

LIGUE NA LOJA E TIRE SUAS DÚVIDAS 11- 3032 0074


Caixas de descarga de embutir, de acionamento frontal

abril 8, 2009


Acessibilidade

Caixas de descarga de embutir, de acionamento frontal, para embutimento em paredes de alvenaria e “dry wall” em banheiros destinados a deficientes físicos, cadeirantes e idosos.

O mecanismo interno de enchimento e de descarga é totalmente desmontável e acessível através da janela de inspeção tornando fácil eventuais ajustes e substituição de peças de desgaste.

Atenção!
Nos banheiros de deficientes físicos o diâmetro do tubo de descarga será sempre de Ø 50 mm, afim de que seja obedecida a norma que rege a altura do acionamento, que é de 100 cm (± 5 cm). Esta condição é válida tanto em paredes de alvenaria como “dry wall”.

Consulte 11- 3032 0074


Acabamento para a válvula de descarga

abril 8, 2009

 

Mais uma vez, preocupados em facilitar o dia-a-dia de pessoas com dificuldades nos movimentos, deficientes físicos,  idosos e crianças, a Mil Assentos (11 -3032 0074) coloca a disposição de seus clientes o acabamento para a válvula de descarga. O acabamento apresenta soluções inovadoras que, com certeza, vão proporcionar muita praticidade aos usuários.

 

 

 

CONSULTE LIGANDO 11- 3032 0074


Bacia Ideal Standard para barras de apoio

junho 23, 2008

A única bacia com caixa acoplada que permite ser utilizada em banheiro de deficiente e atender as normas de acessibilidade, você só vai encontrar na mil assentos.

Está cada vez mais comum este tipo de vaso sanitário. Com a caixa acoplada, ele possibilita a instalação de hidrômetros individuais em condomínios, pode ser colocada em qualquer ponto do banheiro sem quebra-quebra e ainda tem manutenção mais fácil que os modelos com válvulas. Com modelos com botões para liberar 3 litros ou 6 litros de água.

Adquirir uma caixa acoplada, além da economia de água, você cria um ambiente acessível, pelo menos com esse produto – bacia especial da ideal standard com caixa acoplada que pode ser usada em banheiro de deficiente. Num banheiro acessível, por causa da barra reta obrigatória a ser instalada na parede do fundo no alinhamento do vaso sanitario; é necessário instalar uma bacia simples ou uma bacia com caixa acoplada, cuja caixa não seja alta que impeça a colocação da barra de fundo fora das cotas exigidas pela nbr 9050.


BANHEIRO

Saboneteira para banheiro acessível

junho 23, 2008

Não é coisa de preguiçoso. Uma saboneteira automática com design inovador, além de economizar sabão, proporciona saúde e higiene em seu lar, escritório, consultório ou qualquer outro lugar de trabalho.
O produto têm sensores de acionamento automático que injetam a quantidade necessária de liquido quando as mãos se aproximam da área de leitura, com isso, evita contágio e transmissão de micróbios dos sabonetes usuais. Bacana, não é mesmo??
Tenha uma dessa, no seu espaço, super higienica e prática. E mais, se você tem algum estabelecimento comercial é mais do que importante ter um saboneira dessas no banheiro do deficiente físico. Isso mesmo, esse é um produto também acessível, auxilia o portador a não fazer grandes esforços.

Compre agora e receba em casa:
http://www.fisioterapiaonline.com.br/saboneteiras%20-automaticas.html 

 


Pense nisso!

junho 17, 2008

Vocês vão rir. Podem rir. Mas preciso confessar… eu achava que telefones públicos, bebedouros, balcões e pias mais baixas eram destinados a crianças? Cheguei a pensar em pessoas de baixa estatura, até. Mas nunca me passou pela cabeça que estivessem ali, para que usuários de cadeiras de rodas pudessem utilizá-los com mais conforto. Pode?!

Pois é… Na minha humilde opinião, tudo isso se deve à falta de esclarecimento e educação da população. Pensem comigo, se tais mobiliários estivessem sinalizados com o símbolo de acesso, entenderíamos o porque do seu formato diferente. Se alguém, algum dia na nossa remota infância, tivesse nos explicado o motivo deles serem mais baixos e o porquê do tal símbolo com a cadeirinha de rodas estar junto deles (no mundo ideal eles estariam, ok?), cresceríamos convivendo com as diferenças numa boa. Você se lembra, por exemplo, de ter se perguntado algum dia, depois de adulto, o que significa o bonequinho vermelho ou o verde nos sinais de trânsito? Difícil, né? Em algum lugar do passado, nos ensinaram que eles sinalizavam a hora de parar e esperar e o momento de atravessar a rua. Pronto! Registrado no seu cérebro, você aprendeu e assimilou a mensagem para o resto da vida. Numa boa.

Imaginem agora, se todos os locais acessíveis fossem devidamente sinalizados e crescêssemos com essa informação fazendo parte do nosso cotidiano. Uma ação tão simples como essa já seria o suficiente para não mais nos surpreendermos com barras de apoio, vagas reservadas e mobiliários adaptados. Desde sempre aprenderíamos a conviver muito melhor com as diferenças.

E eu nunca teria estranhado os telefones baixinhos…

BARRA DE APOIO É NA MIL ASSENTOS 11- 3032 0074
www.acessibilidadeurbana.wordpress.com


As rampas

junho 17, 2008

À esquerda, mais um exemplo de portaria que foi reformada. Nesse caso, colocaram até piso anti-derrapante. Ótimo para evitar escorregões. Ao lado, vemos uma solução quebra-galho simples e barata: uma rampa móvel.

Rampas em duas portarias de edifcios

Por último dois exemplos interessantes. Quando o espaço na frente da portaria não é suficiente ou ideal, constrói-se uma rampa “de ladinho”. Com esse recurso, foi possível até a colocação de uma rampa com corrimões e inclinação razoável, como vemos na foto à direita.

Então, se você está pensando em reformar a portaria do seu prédio ou estabelecimento, considere a possibilidade de colocar uma rampa por lá. Vai ajudar não apenas as pessoas com problemas de mobilidade, como quem entra e sai com carrinhos de compras e de bebês!

Ah, sim! Confira também o link para essas (NBR-9050) e outras normas da ABNT referentes à acessibilidade. Muito interessante!
www.mpdft.gov.br/sicorde/abnt.htm


Turma da FEBECA

junho 17, 2008

Há cerca de dois anos, o roteirista e cartunista Victor Klier, 37, criou o projeto “Turma da Febeca”, uma revista em quadrinhos em que todos os personagens têm algum tipo de deficiência ou enfrenta uma situação adversa de saúde.

É uma verdadeira “coididoido”! Tem cadeirante, gente pequena, cego, usuários de prótese, tetraplégicos, gente que batalha contra o câncer, gente com paralisia cerebral. Olha o povo ai!

BARRA DE APOIO É NA MIL ASSENTOS 11- 3032 0074
www.acessibilidadeurbana.wordpress.com


Camisetas bacanas (ajude uma associação)

junho 17, 2008

Povo, o pessoal que mantém a Associação para a Integração Esportiva do Deficiente Físico e ajuda a formar atletas paraolímpicos está fazendo uma promoção para levantar alguns “roiaus” (sacaram? $$$) e garantir a realização dos trabalhos.

Eles estão vendendo por R$ 35 (uma pizza e meia) aquelas camisetas dry fit, sabe qualé? Aquelas com tecido inteligente que joga a umidade do corpo para fora da camiseta, um luxo. Povo, na boa, tá barato www.ciedef.org.br

Compre aqui a maior variedade de Barras de Apoio e todo material de acessibilidade fabricado dentro das normas ABNT e NBR 90/50 2004, reforçadas e testadas, em todos os materiais, tamanhos e formatos
ou ligue: Tels.: (11) 3032-0074 / (11) 3032-8964

http://acessoriosdebanheiro.blogspot.com/


Novo blog da folha

junho 17, 2008

Galera,

Talvez eu já tenha comentado, algo sobre o Jairo da Folha de S.Paulo . Ele tem um blog Assim Como Você, , destaca o nanismo e os desafios de quem tem menos de 1,20 m de altura.

De forma bem-humorada, ele –que se locomove com o auxílio de uma cadeira de rodas– brinca dizendo que cadeirantes em geral adoram anões. “Eles são os únicos que, ficando em pé, a gente consegue olhar cara a cara.”

Entre diversas considerações, Jairo comenta o reality show “A Pequena Grande Família”, exibido na TV paga. Ele se mostra indignado com sua migração do canal People+Arts, de entretenimento, para o Discovery Home & Health, mais voltado à saúde.

“A série estava sendo exibida lado a lado com motociclistas, tatuadores, pessoas bonitas, descoladas e bem-sucedidas. Agora, os novos vizinhos da ‘pequena família’ serão doenças exóticas, mães grávidas e inseguras e pessoas neuróticas”, considera o jornalista.

*** Acessibilidade Mil Assentos 11 -3032 0074 ***

Consulte a Mil Assentos http://www.milassentos.com.br/


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.